Ensino Híbrido e BNCC: como adaptar?

19 de fevereiro de 2021

Ensino Híbrido e BNCC: Essa combinação tem sido pauta de discussões. Em um cenário de pandemia, a educação híbrida despontou como uma excelente opção, o que trouxe questionamentos importantes a docentes e coordenadores sobre a modalidade.

O ano letivo de 2021 já se iniciou online, diferente de 2020, que ainda teve uma parte presencial. Porém, ao mesmo tempo que se pensa na qualidade dos processos de ensino-aprendizagem no ensino híbrido, não se pode deixar de considerar o cumprimento da BNCC e o atendimento a competências.

Seguir a BNCC, portanto, pode ser um pouco mais difícil em 2021 (e também para além dele, com a ascensão do ensino híbrido), mas mantenha a calma, pois é possível adaptar ambos elementos de forma efetiva e proveitosa em sua instituição de ensino.

Nos acompanhe na leitura para saber como fazer essa adaptação e, assim, ser capaz de oferecer um ensino de qualidade, mesmo em um cenário tão novo e desafiador.

O que é BNCC?

É a sigla para Base Nacional Comum Curricular, documento normativo que define o conjunto de aprendizagens essenciais que todos os alunos precisam desenvolver durante a Educação Básica.

O objetivo da BNCC é melhorar a qualidade das práticas pedagógicas e educativas no país, o que requer empenho das instituições e dos educadores. Assim, apoia-se a qualidade da educação no Brasil por meio do estabelecimento de um patamar de aprendizagem e desenvolvimento ao qual todos os alunos têm direito.

O documento completo, com 600 páginas, pode ser acessado no site do MEC por meio deste link. Sem dúvidas, este é um dos pilares para a educação no Brasil, pois ajuda a equivaler a qualidade do ensino por todo o país, seja para escolas públicas ou privadas.

A Base Nacional Comum Curricular trabalha com 10 competências gerais da educação básica, que, em suma, são as seguintes:

  1. Conhecimento
  2. Pensamento científico, crítico e criativo
  3. Repertório cultural
  4. Comunicação
  5. Cultura digital
  6. Trabalho e projeto de vida
  7. Argumentação
  8. Autoconhecimento e cuidado
  9. Empatia e cooperação
  10. Responsabilidade e cidadania

Leia também: Entenda como as mudanças na BNCC impactam o vestibular

Quais são os maiores desafios na adaptação do Ensino Híbrido à BNCC?

Embora essa seja uma adaptação necessária, ela traz alguns desafios, como os seguintes:

Engajamento dos estudantes com o conteúdo mesmo entre telas

É imprescindível que os alunos se aproximem dos conteúdos propostos e apresentem um bom engajamento com eles, o que os ajuda a ter um melhor aproveitamento em sua aprendizagem.

Os educadores sempre precisam lidar com isso, inclusive dentro das salas de aula, e não é diferente no ensino híbrido, especialmente pelo fato de que eles e os alunos nem sempre compartilham o mesmo espaço físico agora, o que pode dificultar um pouco esse incentivo.

Desconhecimento sobre a totalidade da BNCC

Ainda que seja um documento basilar para a educação brasileira, a BNCC foi homologada em 20 de dezembro de 2017. Além disso, foi apenas em 14 de dezembro de 2018 que o documento foi homologado para a etapa do Ensino Médio.

Isso mostra que o documento ainda é relativamente novo no cenário educacional e que, portanto, pode não ser plenamente conhecido por todos os profissionais da educação.

Formação que ainda não é a ideal sobre a implementação do BNCC para os professores

É fato que a Base Nacional Comum Curricular é importante para todos os profissionais da educação, mas o grande destaque fica por parte dos professores, que precisam aplicar efetivamente o que o documento apresenta em suas aulas para buscar maior qualidade pedagógica e educativa.

Porém, nem todos passaram por formação e treinamento suficientes para saber o que aplicar da BNCC em suas aulas e como fazer isso, especialmente no cenário do ensino híbrido.

Confira também: O que é ensino híbrido e porque ele é o caminho para o retorno às aulas presenciais

Como aliar Ensino Híbrido e BNCC em 2021 (e além)?

É inegável que há desafios, mas eles podem ser superados. Confira algumas formas de colocar isso em prática:

  • Acesse a BNCC sempre que possível. Como o documento está disponível gratuitamente na internet, pode ser consultado quando for preciso tirar alguma dúvida ou mesmo estudá-lo mais para se aprofundar.
  • Aproveite as possibilidades abertas pela internet. Com tanta riqueza de conteúdos, ferramentas e plataformas online, torna-se muito mais fácil estimular o pensamento científico, crítico e criativo nos alunos. 
  • Promova debates online. Além de aumentar o engajamento entre os alunos, isso ajuda a desenvolver suas competências de comunicação, cooperação, conhecimento e repertório cultural.
  • Aplique atividades em grupo. Além dos debates, é possível pensar em várias outras atividades feitas em grupos, situação que ajuda bastante na aprendizagem, especialmente quando não se compartilha mais o mesmo espaço físico com tanta frequência.
  • Pense em um trabalho coletivo e integrado entre todos os atores da aprendizagem. Além do corpo docente e dos coordenadores, os próprios alunos e seus familiares são personagens importantes para o estabelecimento do conhecimento. Essa abordagem integrada pode ajudar muito no processo de ensino-aprendizagem.
  • Invista em metodologias ativas. Inserir o aluno como agente principal responsável por sua aprendizagem tende a trazer ótimos resultados. As metodologias TBL (Team-Based Learning, ou Aprendizagem Baseada em Equipes) e PBL (Problem-Based Learning, ou Aprendizagem Baseada em Problemas) são duas das mais conhecidas. As soluções da Prova Fácil, inclusive, ajudam muito na aplicação das metodologias ativas.

Para mais informações sobre o assunto, recomendamos a leitura do nosso artigo “Melhores práticas na Educação Híbrida: conheça e aplique”.

Ensino Híbrido e BNCC: um desafio a ser superado no “novo normal”

Embora seja uma ótima solução em tempos de pandemia, o ensino híbrido está em franca ascensão e deve se manter como uma alternativa bastante utilizada no futuro. Afinal, em uma sociedade tão conectada quanto a que vivemos, a tecnologia da informação é uma grande aliada.

Para aprender mais sobre ensino híbrido e BNCC, além de outros temas relevantes, acompanhe nosso blog, que sempre traz informações atualizadas e valiosas para profissionais da educação. Muito obrigado pela sua companhia e seja bem-vindo!